A Obediência da Fé

A Obediência da FéSe eu disser que eu tenho fé no meu médico, qual a imagem que isso traz à sua mente?

Eu estou dizendo que eu acredito que o seu diploma é real, que ele realmente é certificado para exercer a medicina? Ou eu estou dizendo algo mais?

Suponhamos que um dia eu tivesse com uma tosse terrível. E eu lhe dissesse que o meu médico disse que eu tenho um problema na garganta e receitou um determinado medicamento. Então, eu exaltasse esse médico, repetindo mais uma vez a fé que eu tenho nele. Mas quando você me perguntasse se eu vou tomar o medicamento prescrito, eu respondesse: "Para quê? Essa coisa não me fará nenhum bem”.

O que você acha da minha "fé" nesse ponto?

A verdadeira fé é mais do que um exercício intelectual. A fé não afeta apenas crenças, mas ações. Uma fé que não tem ação não é fé. Ou, como diz a Bíblia, "Assim também a fé, se não tiver obras, é morta em si mesma" (Tiago 2:17). Se realmente acreditamos em Deus, se realmente temos fé Nele, nós vamos fazer o que Ele nos disse para fazer.

Se nossas vidas não são vidas de obediência, não são vidas de fé.

Para mim, a história de Noé e da arca ilustra este ponto. Deus falou com Noé e disse-lhe para construir um grande barco, uma arca, para salvar a si mesmo e sua família de um grande dilúvio que estava por vir. Noé creu em Deus. Como sabemos? Porque ele construiu a arca que Deus lhe disse para construir. E se Noé estivesse no topo de uma colina, proclamando a sua fé em Deus em vez de construir aquela arca? Acredito que Noé teria perecido.

A fé que não é vivida não é fé.

Jesus certa vez perguntou aqueles que O seguiam: "E por que me chamais: Senhor, Senhor, e não fazeis o que eu vos digo?" (Lucas 6:46). Somente crer em Deus não é suficiente. Se essa crença não nos leva a querer fazer o que Ele quer que façamos, não é nada mais do que um exercício intelectual. E não é fé.

Precisamos de fé posta em prática, a fé que se expressa em ações.

O cristianismo não é sobre as opiniões que temos, é sobre a vida que vivemos. Nos escritos do apóstolo Paulo, ele fala da "obediência da fé" (Romanos 1:5).

Se você já acredita em Jesus, esse é um grande primeiro passo. Agora é hora de transformar a crença em fé, aprendendo o que Ele quer de você e faça o seu melhor para obedecê-lo.

Coisas Quebradas

Coisas QuebradasMuitos de nós somos quebrados em um momento ou outro. Às vezes somos quebrados em espírito, às vezes quebrados no corpo, às vezes quebrados em relacionamentos e, por vezes quebrados pela morte de um ente querido ou mesmo a perda de um emprego.

Nós muitas vezes lutamos para encontrar uma razão para que isso aconteça, mas assim como muitas vezes lutamos por uma razão para seguir em frente, ter um propósito em nossas vidas. Queremos gritar: "Qual é a utilidade? Por que eu deveria tentar? Ninguém se importa; ninguém me vê”.

Pode ser que você está sofrendo, sozinho, sentindo-se deprimido, inútil, abandonado... quebrado. Eu entendo como é difícil de lidar com isso em sua vida, mas lembre-se que Deus sempre tem uma utilidade para você e sempre tem amor por você, mesmo quando você se sente indigno de ser amado e detestado.

Nós somos coisas quebradas nas mãos de Deus. Mas lembre-se de como ele usou coisas quebradas. O cântaro quebrado do pequeno exército de Gideão. O telhado quebrado, por meio do qual o homem aleijado desceu para encontrar-se com Jesus, e o vaso de alabastro quebrado, que derramou seu perfume sobre o corpo quebrado de nosso Salvador.

Você recentemente foi quebrado? Não é o "fim da vida como você bem sabe" Deus tem mais para você fazer e ser, para ele.

Deus usa a nossa fragilidade e quebrantamento. Ouça o que diz as Escrituras:

“Porque Deus, que disse: Das trevas brilhará a luz, é quem brilhou em nossos corações, para iluminação do conhecimento da glória de Deus na face de Cristo. Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus, e não da nossa parte”. (2 Coríntios 4:6-7).

A Maior Conquista de todos os Tempos

A Maior Conquista de todos os TemposTem havido algumas conquistas dominantes na história. O território que eles conquistaram foi surpreendente. 

Confira a lista dos dez homens que conquistaram mais quilômetros quadrados durante o seu reinado.

1. Genghis Khan (1162-1227) – 4.860.000.
2. Alexandre, o Grande (356-323 aC) – 2.180.000.
3. Tamerlão (1336-1405) - 2.145.000.
4. Ciro, o Grande (600-529 aC) – 2.090.000.
5. Átila (406-453) -1.450.000.
6. Adolf Hitler (1889-1945) -1.370,000 - tudo o que ele perdeu em três anos.
7. Napoleão Bonaparte (1769-1821) -720.000.
8. Mahmud de Ghazni (971-1030) – 680.000.
9. Francisco Pizarro (1470-1541) – 480.000.
10. Hernando Cortes (1485-1547) – 315.000.

Homens poderosos têm governado, mas até mesmo o mais poderoso governante é impotente perante o verdadeiro Rei e Soberano todo-poderoso deste mundo. Nem um único destes homens, ou qualquer outro líder, teria tomado o poder se Deus não tivesse permitido a ele a fazê-lo (Romanos 13: 1-2).

Além disso, Deus criou (e possui) cada centímetro de terra que esses homens reivindicaram como sua (Gênesis 1).

Não importa quem governa um pedaço de terra, o verdadeiro Rei deste mundo é o Senhor. Como Isaías 33:22 tão eloquentemente expressa: "Porque o Senhor é o nosso juiz, o Senhor é o nosso legislador, o Senhor é o nosso rei; Ele nos salvará"

A maior conquista de todos os tempos foi a que Jesus conquistou na cruz do Calvário!

Vamos amá-Lo, obedecê-Lo, servi-Lo, e mostrar lealdade a Ele acima de todos os outros.

Primeiro; Teias de Aranha, depois, Cabos

Primeiro; Teias de Aranha, depois, CabosHá um velho ditado que diz: “De início, hábitos são como teias de aranhas, depois se transformam em cabos” Todos nós sabemos quão verdadeiro é este provérbio. Alguns hábitos são ridiculamente difíceis de formar e outros quase impossíveis de se livrar.
Se continuarmos construindo nossos hábitos, eles podem se tornar vícios. Isto pode ser maravilhoso ou pode ser horrível.

Em 1 Coríntios 6:12 Paulo disse: "Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm. Todas as coisas me são lícitas; mas eu não me deixarei dominar por nenhuma delas" É evidente que Paulo está falando sobre ser dominado por aqueles hábitos que nos levam para longe de Deus. Enquanto nada deve nos dominar, há alguém que deve ser o nosso Mestre.

Será que nossos hábitos estão nos dominando? Será que temos hábitos que se tornaram vícios? Será que estamos no controle de nossos desejos e hábitos? Muitos nesta vida não podem passar um dia sem fumar cigarros. Alguns não conseguem resistir à tentação de beber álcool. Outros estão sendo dominados pela TV, jogos, música e etc. Há tantos outros itens que poderíamos adicionar a esta lista.

O que está dominando você? Isto está prendendo você ao Mestre, ou prendendo você ao mundo? Muitos têm teias de aranha entre eles e Deus, e cabos de aço entre eles e o mundo. Vamos dar uma boa olhada em nós mesmos e ver quais hábitos destrutivos podemos ter em nossas vidas.
É hora de romper esses cabos destrutivos. Em vez disso, vamos formar bons hábitos. Vamos construir cabos inquebráveis ​​que nos ligam a Deus e não ao pecado.